SUA CONEXÃO

sábado, 11 de julho de 2009

Bigodes dos gatos ajudam no equilíbrio e indicam humor do animal



Charmosos e úteis


Os bigodes dos felinos são mais do que detalhes charmosos em suas carinhas. Segundo a veterinária Heloísa Justen, da Gatos & Gatos, tratam-se de pelos faciais grossos, longos e flexíveis, que funcionam como órgãos sensoriais.

— Os bigodes ajudam no equilíbrio do animal e dão mais segurança na hora de medir distâncias . É graças aos bigodes que os gatos conseguem, por exemplo, subir em estantes sem derrubar nada que esteja em cima delas, ou passar por espaços mínimos.

— É com a medida dos bigodes de ambos os lados da face, de uma ponta a outra, que os gatos avaliam o tamanho das áreas pelas quais vão passar —

Outra função desses pelos faciais — que crescem, em média, um centímetro por mês — é servir como indicativo do humor do animal.

— Quando o gato está irritado ou acuado, os bigodes se voltam para trás. Nas ocasiões em que ele está feliz ou relaxado, os bigodes ficam alinhados com a face —

Roubada na viagem - Cão morde usuário em pousada



Teve aquelas férias frustradas e não soube o que fazer? A sua desgraça pode ajudar outros marinheiros de primeira viagem ou, ao menos, fazer muita gente rir!

Redação iG Turismo

“Aconteceu numa viagem ao Nordeste. Ao sair da pousada onde estava hospedado, fui atacado por um pastor alemão que veio silenciosamente por trás. Não tive tempo de fazer nada. O dono da pousada apareceu em seguida e disse, segurando o animal, com toda calma, que eu não precisava me preocupar porque o cão era vacinado. A mordida do ser irracional não me provocou tanta revolta quanto o pouco caso do dono em deixá-lo solto num local onde circulam pessoas estranhas, e sua falta de interesse em saber o quanto eu havia sido ferido. Fingi que estava tudo bem, mas resolvi bolar um plano. Continuei na pousada e programei o horário de todos meus passos no dia da partida. Coloquei minha mala na janela, que dava para a rua, depois de me certificar que ninguém estava vendo. Em seguida saí como se fosse para perto, dei meia volta, peguei minha mala e fui para a estação. Sem pagar a conta. Fiz questão de deixar um bilhete dentro do apartamento dizendo o porquê de minha atitude, e que iria avisar a quantas pessoas conseguisse para não se hospedarem naquela espelunca. A aventura não acaba aí, porque eu, que estava com os minutos contados para chegar à estação antes que descobrissem minha fuga, fui interceptado por um homem que estava muito alterado e dizia que iria acabar com uma pessoa e depois se mataria. Querendo me livrar daquele maluco, perguntei com quem estava ele tão nervoso e qual o motivo. Me respondeu que era um problema de família. Falei então que fosse o que fosse nada justificaria aquela atitude. Começou a chorar, me abraçou e beijou dizendo que eu era seu verdadeiro amigo e que tinha salvo sua vida. Parecia não querer me largar, mas como o caso parecia resolvido, consegui me livrar dele e fui depressa para a rodoviária. Quase perdi o ônibus, mas ainda deu tempo. Fui embora duplamente satisfeito” (Miguel)

LIVRO DE FELTRO - PRAS CRIANÇAS !

VAMOS SEGUIR A ORDEM DE CIMA PRA BAIXO.














Para fazer com as crianças: livro de feltro

Aproveite as férias para estimular a criatividade das crianças e fazer uma atividade com seu filho.


Ensinamos passo a passo como fazer um livro de feltro sem texto -- assim, até os menores podem participar!

Você vai precisar de:
- Feltro em várias cores
- Tinta Squizz em cores diversas
- Apliques em formato de flor e bichinhos
- Cola apliques
- Botões coloridos
- Linha para bordar
- Alfinetes
- Tesoura
- Moldes


Casa Beth Lobo é referência no atendimento à mulher que sofre violência.

Em Diadema, a Casa Beth Lobo celebra 18 anos com trabalhos de políticas públicas de combate à violência doméstica contra a mulher

Marcella Georgetti


Foto: Mauro Pedroso

Casa Beth Lobo, em Diadema, na Grande São
Paulo: modelo no atendimento à mulher

Um projeto pioneiro na região do ABCD paulista tornou-se referência nacional e internacional em assuntos relacionados à agressão seja física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

A Casa Beth Lobo, cujos trabalhos foram premiados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em 2007, oferece acompanhamento social, psicológico e jurídico que devolvem a auto-estima e a dignidade às vítimas. Atualmente, a instituição assiste aproximadamente 4.000 mulheres.


Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), publicados em 2005, indicam que uma em cada seis mulheres no mundo sofre violência doméstica. O mesmo estudo aponta que até 60% dos casos envolvendo violência física foram cometidos por maridos ou companheiros. Esses índices demonstram o quanto é necessário o envolvimento do poder público no enfrentamento desta realidade.


Papel inovador
Todo mês, por volta de 40 mulheres passam pelos atendimentos do espaço onde são acolhidas, respeitadas e, principalmente, contam com o apoio profissional e especializado que seu caso necessita. Cerca de 80% das assistidas pela casa são de classes menos privilegiadas e em situação de vulnerabilidade, mas também é expressivo o número de atendimentos à classe média e alta.


A Casa Beth Lobo conta com assistentes sociais, psicólogos, educadores e quadro jurídico. Os encaminhamentos são feitos de acordo com o caso que pode demandar: suporte psicológico individual ou em grupo, grupo de reflexão, acompanhamento social e jurídico ou Casa Abrigo, em caso de risco de morte.


Duas vezes por semana, é realizado um trabalho preventivo de capacitação nos locais de trabalho da Prefeitura. As reuniões são agendadas a pedido da própria comunidade por meio de entidades assistenciais ou organizações da sociedade civil, com objetivo de abordar como se dá a violência, as formas de identificá-la e, principalmente, evitá-la. Explicações sobre o conteúdo das legislações relacionadas ao tema, como a Lei Maria da Penha, também fazem parte do trabalho de apoio.


De acordo com a coordenadora da Casa Beth Lobo, Eloísa Gabriel dos Santos, a articulação da rede de atendimento na cidade é forte e integrada, o que faz do cuidado com a questão ser muito maior. “É um marco para a história de Diadema a Casa atingir a maioridade e ser pioneira no combate à violência”, afirma.


Nova vida
Giane (nome fictício), 50 anos, recebe acompanhamento há um mês e meio. Viveu durante um ano e cinco meses com uma pessoa que não permitia que ela saísse de casa sozinha e nem tivesse contato com seus amigos, familiares, religião e nem trabalho.

“Na casa achei uma saída para minha tristeza e o confinamento a que meu companheiro me submetia. Com o apoio, me renovei e me libertei”. A vítima conta ainda que era proibida de tudo, não se alimentava nem dormia direito e muito menos se cuidava. “Agora consegui me separar e vejo a chance de ter uma vida mais alegre. Participo do grupo de reflexão e quero fazer teatro também”, diz.


Arte como cura
O grupo de teatro Agni – Casa Beth Lobo foi criado em 2005 como arma de defesa da violência contra a mulher. É formado por 12 integrantes que frequentam ou já participaram dos trabalhos da casa e por profissionais da rede. O grupo se reúne uma vez por semana e serve de reflexão tanto para quem assiste aos espetáculos quanto para o resgate da auto-estima das integrantes.

Casa Beth Lobo
Rua Ida Spagiari Martins, 114, Centro, Diadema
Fones: (11) 4043-0737 ou 4043-1918

BADALADAS DO BIG BEN COMPLETAM 150 ANOS

Uma enorme mensagem de aniversário foi projetada na torre do Parlamento britânico que abriga o relógio e o sino conhecido como Big Ben, na noite deste sábado, para marcar os 150 anos da sua primeira badalada. O sino soou pela primeira vez na primeira hora de 11 de julho de 1859.

Getty Images
Big Ben, cartão-postal de Londres, celebra 150 de badaladas

Big Ben, cartão-postal de Londres, celebra 150 de badaladas

A data também está sendo marcada por uma série de eventos que devem ocorrer ainda este ano.

Em um deles, crianças e voluntários vão explorar a torre do relógio e pesquisar sua história.

História tortuosa
A torre no Palácio de Westminster foi concluída em 1859 e logo se tornou a parte mais famosa do edifício projetado pelo arquiteto Charles Barry para substituir o antigo Parlamento, destruído por um incêndio em 1834.

Mas o Big Ben teve uma história tortuosa.

O primeiro sino se quebrou quando estava sendo testado, dois anos antes da construção da torre.

Seu substituto chegou a ser instalado, mas se estragou com apenas dois meses de uso.

Nos quatro anos seguintes, o Big Ben permaneceu silencioso, até que foram feitos consertos e modificações.

Desde então, é um dos mais famosos símbolos da Grã-Bretanha, mesmo sendo alvo de danos por parte de pássaros, do mau tempo e de operários.

"Depois de 150 anos, o Big Ben continua tendo um lugar especial no coração dos londrinos, e em todo o mundo, como um exemplo magnífico de uma engenharia genial", disse à BBC Mike McCann, responsável pela manutenção do relógio.

Leia mais sobre Big Ben

A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS ! KKKKK

A mentira tem pernas curtas, é baixinha e gorda, fez plástica e trata mal os subordinados


Dilma, a doutora que nunca existiu
Parece mentira, como tudo que diz respeito à ministra Dilma, mas é verdade que ela falsificou o próprio currículo, passando-se por mestra e doutora. Descoberta saiu apagando a mentira pela internet a fora. A danadinha enganou até o presidente Lula.
A mentira tem pernas curta, é baixinha e gorda, fez plástica e trata mal os subordinados, atualmente usa peruca e jamais “se matriculou em nenhum curso de mestrado na Unicamp”

Fontes: Portal Terra

, Folha de São Paulo
, O Globo, Blog do Noblat

Tudo que você ouvir dizer de Dilma Rousseff pode ser mentira. Principalmente se for ela que tenha dito. A mentira é uma marca registrada da Ministra, que disse ter mentido para os militares (que pode ser mentira) e agora mente para os civis, o que é pura verdade.

Não se pode negar que a Ministra tem muito peito. Pois forneceu a Presidência da República, quando se candidatou a um ministério, um currículo falso, cheio de gabolices, doutorados e mestrados.

Ninguém conferiu, essa foi a sua sorte, pois corajosamente citava que era "mestre em teoria econômica pela Universidade de Campinas (Unicamp) e doutoranda em economia monetária e financeira pela mesma universidade de Campinas" e era tudo mentira. Dilma não concluiu nem mestrado nem doutorado, segundo reportagem da revista Piauí deste mês.

O Globo, registrou que descoberta a mentira a Casa Civil foi obrigada a mudar o texto, nesta sexta, duas vezes, enquanto a assessoria da Casa Civil admitia, em nota, que o site da Presidência da República informava "erradamente" que Dilma tem mestrado e é doutoranda, ora, só pode ter sido a ministra que informou "erradamente", ninguém ia inventar isso do nada.

O diretor de registro acadêmico da Unicamp, Antônio Faggiani, confirmou que Dilma “nunca se matriculou em nenhum curso de mestrado na Unicamp".

Fotomontagem Toinho de Passira

A Verdadeira ficha de Dilma: a ministra vive provando que a ficha publicada pela Folha de São Paulo e pelo Coturno Noturno era falsa, falava a verdade, “thepassiranews” encontrou a ficha verdadeira

Mesmo assim, na Plataforma Lattes, base de dados de currículos e instituições, Dilma se identificava como mestra em ciência econômica, pela Unicamp, com título obtido em 1979, e informa que começou, em 1998, doutorado em ciências sociais aplicadas, diz o Globo. Isso era pura falsidade ideológica, tanto que dona ministra, retirou o seu nome da plataforma também.

Ainda segundo o jornal, por conta da confusão, a informação foi corrigida no site da Casa Civil ao longo da sexta-feira. O texto foi trocado para "cursou mestrado e doutorado pela Unicamp". Mais tarde, porém, outra modificação foi feita, com a inclusão do texto: "foi aluna de mestrado e doutorado em ciências econômicas pela Unicamp, onde concluiu os respectivos créditos.

Não ficaremos surpresos se durante a semana tiverem que trocar de novo a informação dizendo que a Ministra apenas passou diante da Unicamp e nessa ocasião teve vontade de fazer mestrado, doutorado o “escambau”, mas desistiu, porque tinha que salvar o país.

Frequentar aulas de Mestrado e doutorado não é nada. Até Lula pode frequentar. São palestras maçantes dada por professores pedantes, dizendo coisas que só eles compreendem. Fazem-se alguns trabalhos copiando textos de livros de outros chatos e pronto.

Tanto o Mestrado como o Doutorado, é basicamente a pesquisa e a tese defendida pelo futuro mestre ou doutor, sua contribuição intelectual para a ciencia, aprovada por uma bancada de outros mestres e doutores, exatamente o que nossa ministra jamais fez.

Esse desvio de comportamento mentiroso e melagomaniaco faz-nos lembrar um cidadão pernambucano que exercia profissões diversas, apesar de ter cursado apenas o segundo grau. Dizia-se Médico, advogado, engenheiro, etc. e exercia essas profissões par incautos clientes.

Foi preso uma vez, pois numa cidade do interior: pela manhã, era médico, e a tarde no mesmo escritório era advogado, um exagerado.

Mas encrencou-se de vez quando se passou por proctologista numa comunidade, e foi descoberto, após ter examinado esposas de algumas autoridades locais.

Não dá mais para saber se a biografia que Dilma escreveu na
Wikipédia é verdade. Lá ela também corrigiu essa história de doutorado.

Por sinal a biografia no verbete da auto enciclopédia, Dilma diz que “é uma ávida leitora: já leu toda a obra de Fiódor Dostoiévski. Gosta de História e interessa-se por ópera. No início dos anos 90, ela se matriculou no curso de teatro grego (pelo jeito não terminou). A mitologia grega tornou-se uma obsessão para Dilma, que, influenciada por Penélope, resolveu aprender a bordar.”

Por algum motivo, de foro intimo, não acreditamos em nada dessa biografia, mas particularmente não achamos que Dilma saiba bordar: olhando para ela não dá para imaginá-la com uma agulha fazendo bordadinhos ponto-de-cruz? Deve ser mais um item falso no seu curriculo. Que coisa!

Permalink





VAI CHEGAR O DIA EM QUE O BRASILEIRO VAI ACORDAR E PERCEBER QUE ERA FELIZ E NÃO SABIA.


“Caçaram os judeus e eu nada fiz porque não era judeu; depois prearam os protestantes e eu nada fiz porque não era protestante; o mesmo foi feito com os católicos e eu nada fiz porque não era católico; até que chegou a minha vez e eu não tinha com quem fazer alguma coisa, porque não havia mais com quem agrupar-me”. Monólogo de Martin Niemöller, 1933, pastor protestante, vítima do Holocausto e símbolo da resistência aos nazistas.

VULTO APARECE EM NEVERLAND.

video
/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\
/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\/\
VIDEO FAKE DA NET ! ATÉ A CNN SE ENGANA NÉ ?

Vídeo mostra 'fantasma' de Michael Jackson


Detetive Virtual desvenda esse mistério.


Chegou a hora de desvendar os mistérios da internet. O detetive virtual está de volta, com o tema do momento. Depois da morte de Michael Jackson, um vídeo surpreendente foi parar na grande rede.

Mande você também o seu mistério da internet. O Detetive Virtual vai investigar!

A TV americana CNN estava ao vivo em Neverland, o rancho do rei do pop. Ao mostrar um dos corredores da casa, uma sombra humana atravessa a sala. E assusta milhões e milhões de pessoas que viram essa imagem uma infinidade de vezes na internet. Seria o fantasma de Michael Jackson?

"Eu, particularmente, não acredito em fantasma. Mas, se tratando do Michael Jackson, tudo é possível", comenta um internauta. "Eu acho que é mentira”, diz Bruno Souza, do Rio de Janeiro.

Ninguém acredita, mas todo mundo quer que alguém tire a dúvida. Entra em ação o Detetive Virtual. A equipe do Fantástico esteve em um corredor semelhante esta semana e também registrou um fantasma.

“Que fantasma, que nada. Não está vendo que sou eu? Isso é a minha sombra”, brinca o apresentador Tadeu Schmidt.

Quando a televisão vai fazer uma filmagem ou uma entrada ao vivo em um lugar fechado, é preciso iluminar muito bem o ambiente. Foi como nós fizemos no Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. É sombra para todo lado.

Na imagem do fantasma, o que se vê é um ponto de luz. A própria CNN explicou o fato dizendo que havia várias outras pessoas na casa naquele momento, e que a sombra seria de um funcionário de Neverland ou de um integrante de outra equipe de TV.

Nossa equipe que esteve em Neverland um dia depois filmou a dita sala. Fica fácil entender o que aconteceu: a lareira não está retinha, perpendicular à câmera que filmou o fantasma. A lareira fica num canto, em diagonal. Na parte da sala que foge da nossa visão, há espaço suficiente para alguém caminhar na frente de refletores ou da própria janela e formar a sombra fantasma.

Nós ouvimos também Kentaro Mori, um especialista em lendas da internet, acostumado com histórias desse tipo.

“Curioso é que algumas pessoas admitem que é uma sombra. Mas dizem que é a sombra do Michael Jackson. Mesmo antes de o Michael Jackson morrer, eu publiquei no meu site que as pessoas já estavam vendo o fantasma dele”, conta Kentaro.

Depois da morte, teve gente vendo Michael Jackson até na gordura, no Brasil.

"O que seria uma coisa meio estranha: Michael Jackson se manifestar numa assadeira", diz o especialista.

Cá entre nós, se o fantasma de Michael Jackson fosse aparecer, ia aparecer com mais estilo. Ou seja, não é para ficar vendo fantasma em qualquer sombra. Já pensou?

Portanto, fantasma do Michael Jackson é mentira!

O PRESIDENTE LULA E O HOMEM COMUM...

O Presidente Lula e o Homem Comum

Ruth de Aquino

(Diretora da Sucursal da Revista ÉPOCA no Rio de Janeiro)

Foi a maior gafe de Lula desde que caiu nos braços do povo, em 1º de janeiro de 2003. Mesmo quem não votou nele se emocionou quando um homem comum chegou à Presidência pelo voto democrático e limpo.

Na semana passada, Lula disse que o senador José Sarney não pode ser tratado como se fosse uma pessoa comum. Lula foi sincero. Amaciado pelo poder, envaidecido pelas lisonjas e pela popularidade, ele acredita que uns são mais iguais que outros. E leva o pragmatismo político às últimas consequências.


Lula nasceu em Pernambuco de uma família de oito filhos. Morou com a mãe, Eurídice, e irmãos num cômodo atrás de um bar em São Paulo. Trabalhou como engraxate e Office-boy. Fez curso técnico de torneiro mecânico, perdeu um dedo numa prensa hidráulica.

Em São Bernardo, tornou-se diretor do sindicato dos metalúrgicos. Testava seu carisma. Tentou cinco vezes a eleição para presidente. Uma história impressionante de persistência e sucesso. Sempre disse o que pensava.

Em 1986, chamou Sarney de grileiro do Maranhão.

Em 1987, chamou Sarney de ladrão perto dele, Maluf não passaria de um trombadinha.
Em 1993, disse que, de todos os deputados no Congresso, pelo menos 300 são picaretas.
Agora, Lula depende da bancada do PMDB, a maior do Senado. Em terras remotas, no Cazaquistão, defendeu Sarney e o colocou num pedestal.

O que seria hoje, em 2009, um homem comum para Lula? De que princípios, de que vísceras ele seria constituído? Um dos fundamentos da democracia é que os governantes sejam vistos e cobrados como homens comuns. Qual seria o tratamento ideal para os poderosos no Brasil de Lula? Espera-se de um presidente do Senado a mesma dignidade e retidão de caráter de um chefe de família comum? Como é punido o homem comum que cai no desvio? Como deve ser punido o político com história suficiente para não ser tratado como uma pessoa comum? Que valores o líder transmite para o povo, com um discurso que trai sua própria história?


Lula é hoje parte da elite que sempre criticou com ferocidade. Natural.
A elite não é má por definição, já descobriu o presidente. Mas, por isso, ele se solidariza com figuras como Renan Calheiros, Severino Cavalcanti, Jader Barbalho? De vez em quando, Lula incorpora o sindicalista (lá fora) e critica os ricos e poderosos, em surtos de demagogia atabalhoada. Diante do premiê britânico, Gordon Brown, disse que a crise foi causada por gente branca com olhos azuis. Pegou mal.
Amaciado pelo poder, ele acredita que uns são mais iguais que os outros. E, pragmático, defende Sarney.

Foram mudanças profundas em seis anos. É saudável mudar com o aprendizado. Ao assumir a Presidência, Lula deixou a economia do país a cargo de quem entendia do assunto. Seu pragmatismo econômico manteve o Brasil nos trilhos. Mas, e os valores essenciais? Direitos humanos, por exemplo. Como explicar sua insistência em dizer que há democracia de sobra na Venezuela censora de Chávez? Como aceitar a omissão do Brasil em relação a uma ditadura como a da Coréia do Norte? Toma lá dá cá?

O outro deslize da semana foi a reação primária e açodada de Lula aos protestos nas eleições no Irã. Além de defender o embaraçoso presidente Mahmoud Ahmadinejad, Lula minimizou a revolta contra a teocracia dos aiatolás chamando os manifestantes de vascaínos contra flamenguistas , uma turma que não sabe perder.

Lula aproveitou para atacar a imprensa brasileira, por, a cada dia, arrumar uma vírgula a mais no denuncismo contra o Congresso. Como se fosse um vírus denunciar malversação de verba pública, nepotismo, favorecimento ilícito, farra de passagens aéreas e atos secretos no Congresso. Não tem fim, e depois não acontece nada, disse Lula, como se o problema fossem as denúncias, e não a impunidade. Vai desmoralizando todo mundo, e a imprensa corre o risco de ser desacreditada.


Senhor presidente, a imprensa só fica desacreditada se as denúncias forem mentirosas.
Ou se ela se omitir e fizer o jogo do poder. Uma imprensa medrosa e submissa ao governo não importa o partido dominante é uma imprensa sem credibilidade. Não faz jus a uma democracia madura como a brasileira. Ou a transparência só vale para o homem comum?

***

CUSTOS AOS BOLSOS DOS BRASILEIROS BONZINHOS ! KKKKKKK

Repasso revoltado com a orgia do Lula,família e assessores... e
pior com o sofrido e suado dinheiro de nós contribuintes.


Lula de vacances à Paris
Mal chegou da Líbia, na quarta feira, o nosso presidente resolveu desanuviar dos ares de Brasília, passando um fim de semana em Paris, com esposa, filho, netos, três ministros e um assessor mordomo

Foto: Portal do Le Meurice

Endereço de Lula neste fim de semana: Hotel Le Meurice, rua de Rivoli, 228, Paris, est peu ou voulez plus?

Fontes: O Globo, Le Meurice

Sempre que vai à França, o nosso presidente hospeda-se no hotel “Le Meurice”, um dos points de Paris, que costuma abrigar astros e estrelas da música pop e do cinema, quando estão na cidade Luz.

Apenas a suíte presidencial, sem contar a estada de netos, seguranças, secretários e ministros puxa-sacos, e puxa-sacos não ministros, custa à bagatela diária de 1.480 €, algo com R$ 4.500,00. Assim só com despesa de hospedagem, neste fim de semana, Lula vai gastar cerca de R$ 13.500,00, mais que o salário pago pelo senado ao mordomo de Roseana Sarney.

Foto: Portal do Le Meurice

Restaurante do Le Meurice, a melhor cozinha de Paris

Lula seguiu e para Paris onde se encontrará com a primeira-dama, Marisa Letícia, que viajou com os netos, no dia em que Lula chegou da África na quarta-feira, para onde ela não quis ir, no que lhe damos integral razão.

Foto: Portal do Le Meurice

Detalhe da suíte presidencial que nós estamos pagando

A primeira-dama embarcou, com netos, filhos, papagaios e cachorrinho de estimação, para Paris, no avião que levou os funcionários e assessores que preparam a viagem do presidente, o chamado escalão avançado.

Acompanha a comitiva os ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, da Justiça, Tarso Genro, e da Cultura, João Luiz Silva Ferreira, e o assessor especial para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, o popular Top Top, que viaja na condição de mordomo presidencial.

Foto: Portal do Le Meurice

Detalhe da sala de banhos da suíte presidencial, que pode servir de inspiração se você estiver reformando o seu apê . Dica é toda em mármore Travertino de Tivoli.

No primeiro semestre deste ano, segundo O Globo, o presidente passou 77 dias fora de seu gabinete em Brasília, intercalando roteiros no Brasil e no exterior. Só em junho, foram 14 dias de viagem, sendo oito no exterior, algo próximo a 50% dos dias úteis do semestre.

Parece aborrecido da função de presidente, gosta mais a de turista político.









Nessa breve escala no Brasil, uma noite e dois dias, chegando da Líbia quarta-feira à noite, Lula assistiu ao jogo entre o seu Corinthians e o Internacional, pela final da Copa do Brasil. Na quinta, comemorou a conquista do título, recebendo a delegação corintiana no Alvorada.

Além de uma solenidade de lançamento do plano para regularizar a situação de estrangeiros no país, enquadrou a bancada do PT, num jantar na quinta, para garantir a permanência do aliado José Sarney (PMDB-AP) na presidência do Senado. Finalmente se reuniu com Sarney, mandou Dilma dá uma entrevista de apoio ao aliado de pernas bambas e foi para Paris.

Parece ter sido uma semana com pouquíssima produtividade, alias, se o nosso presidente fosse ganhar por produtividade, estaria em dificuldades.

Neste ano, Lula já passou por 19 países diferentes, incluindo EUA, Rússia, Cazaquistão, Catar e Inglaterra, além dos vizinhos Argentina, Venezuela e Chile. Também visitou 60 cidades brasileiras, algumas mais de uma vez, como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Essa movimentação custou R$ 8,1 milhões. Da verba do gabinete da presidência.

O presidente só voltará ao Brasil na noite da sexta-feira, depois de passar pela Itália. Qual será o próximo destino?